Brinquedoteca do Fórum Henoch Reis terá programação especial na Semana de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes | | Dr. Eliezer Gonzales

Brinquedoteca do Fórum Henoch Reis terá programação especial na Semana de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Forma Site - Eliezer Leão NOVO

 

A Coordenadoria da Infância e Juventude (Coij) do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) realizará uma programação especial na Brinquedoteca do Fórum Henoch Reis, nos dias que antecedem a data de 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual infantojuvenil. A data foi instituída pela Lei 9.970, de maio de 2000.

A programação acontecerá a partir de quarta-feira (16) e prossegue até o dia 18 de maio, sexta. O objetivo é orientar as crianças que frequentam a brinquedoteca, por meio atividades que trabalharão, de forma didática, os conceitos de abuso e exploração sexual, formas de prevenção e combate, assim como as atitudes a serem tomadas na ocorrência desses crimes.

Também será oferecido aos pais panfleto com orientações e informações sobre a rede de Proteção da Criança e do Adolescente. “A melhor maneira de se combater a violência sexual contra crianças e adolescentes é a prevenção, com informação de qualidade para pais, responsáveis e para as próprias crianças”, disse Fernanda Pereira, preceptora das estagiárias da brinquedoteca.

A Brinquedoteca

A Brinquedoteca do Fórum Ministro Henoch Reis funciona de segunda a sexta, de 8h às 14h, e está localizada no 2º andar do prédio. O espaço é destinado à acomodação das crianças que acompanham seus pais e responsáveis que vão ao fórum para participar de depoimentos, audiências ou esclarecimentos judiciais. O espaço funciona com duas estagiárias de pedagogia e disponibiliza um ambiente adequado, seguro e digno para as crianças, enquanto seus pais ou responsáveis se deslocam para as varas cíveis e criminais do Fórum.

Denuncie

Além da prevenção, o combate a essa realidade exige que os casos sejam denunciados. Portanto, havendo algum caso de violência sexual infantil, procure o conselho tutelar, delegacias especializadas, polícia militar, federal ou rodoviária, ou ligue para o Disque Denúncia Nacional, no número 100.
Carlos de Souza

Foto: William Rezende

Fonte: TJAM

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Enter Captcha Here : *

Reload Image

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>