CNJ no Ar destaca Rede de Cooperação Judicial e registro de terras na Amazônia Legal

O programa CNJ no Ar divulga na edição desta sexta-feira o trabalho que está sendo desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça para mobilizar os tribunais de Justiça para integrarem a Rede Nacional de Cooperação do Judiciário. Em entrevista, o conselheiro Ney José de Freitas fala sobre as visitas aos tribunais para apresentar o projeto.

Outro destaque do programa será o manual que deve uniformizar as normas para o registro de imóveis em cartórios de estados da Amazônia Legal. O integrante do Fórum de Assuntos Fundiários, o juiz auxiliar da presidência do CNJ, Antonio Carlos Alves Braga Junior, explica os objetivos da iniciativa e os impactos para melhorar a segurança dos registros e consequente redução dos conflitos por terra na região.

O CNJ no Ar consiste numa parceria do CNJ com a Rádio Justiça. O programa é transmitido pela Rádio Justiça, de segunda a sexta-feira, a partir de 10h, na freqüência 104,7 FM. Também pode também ser acessada pelo site www.radiojustica.jus.br.

fonte: Agência CNJ de Notícias

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *