CNJ no Ar explica como funcionará o Banco de Mandados de Prisão

O programa CNJ no Ar, da Rádio Justiça, mostrará nesta terça-feira (27/12) o funcionamento do Banco de Mandados de Prisão que estará disponível no portal do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Até 16 de janeiro, os tribunais de Justiça e os Tribunais Regionais Federais deverão se integrar ao sistema – que facilitará a integração entre o Poder Judiciário e as forças de segurança na localização e prisão de foragidos.

Os ouvintes do CNJ no Ar também poderão conhecer as iniciativas do Brasil para combater a corrupção na entrevista com o conselheiro Wellington Cabral Saraiva, procurador da República e coordenador do grupo de trabalho do Ministério Público Federal (MPF) sobre convenções internacionais contra a corrupção. O conselheiro comentará a pesquisa da ONG Transparência Brasil que colocou o Brasil na 73ª posição no ranking sobre percepção da corrupção.

Programa – O CNJ no Ar consiste numa parceria do CNJ com a Rádio Justiça. O programa é transmitido de segunda a sexta-feira às 10 h, na frequência 104,7 FM. Pode ser acessado também pelo site www.radiojustica.jus.br.

Agência CNJ de Notícias

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *