Servidores do TJAM são capacitados para atuar como mediadores judiciais

 

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) conclui nesta sexta-feira (19) a primeira formação de mediadores judiciais realizada neste ano, sob a coordenação do Núcleo Permanente Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec). O curso está acontecendo, das 8h às 14h, na sala “Desembargador João Pereira Machado de Lima”, no 1ª andar do prédio Centro Administrativo anexo à sede da Corte Estadual, no bairro Aleixo, zona Centro-Sul de Manaus.

O curso conta com a participação de 19 servidores do Poder Judiciário Estadual que, uma vez certificados, poderão atuar como mediadores em suas unidades judiciais de origem ou como colaboradores do Nupemec e dos Centros Judiciários de Solução Consensual de Conflitos (Cejusc Cível e Família). Com carga de 30 horas, a formação teve início na última segunda-feira (15) e contou com o suporte da Escola de Aperfeiçoamento do Servidor (Eastjam).

De acordo com o coordenador do Nupemec, juiz Gildo Alves de Carvalho, o curso reforça a política de métodos consensuais de resolução de conflitos empreendida pelo Judiciário Estadual, conforme recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). “O grande objetivo destas formações, que procuramos realizar em todo o decorrer do ano, voltada inclusive para o público externo, é que os participantes absorvam esta política para, em seguida, atuar com soluções consensuais em suas unidade judiciais ou, no caso do público externo, em escolas e demais instituições”, explicou o juiz.

Ainda conforme o juiz Gildo Alves, a formação realizada nesta semana foi organizada com base em conteúdos sugeridos pelo CNJ e ministrada pela diretora de Secretaria do Nupemec, Juliana Crespo e pelo analista judiciário Caelison de Andrade.
Afonso Júnior
Foto: Raphael Alves

Fonte: TJAM

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *