Oficiais do Exército participam de palestra no TJAm

Mais de 30 oficiais superiores, alunos da Escola de Comando e Estado–Maior do Exército (ECEME), que estão em viagem de estudos estratégicos à Amazônia Ocidental, participaram na tarde do dia 27 de setembro de uma palestra com o presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargador João Simões. A palestra, em formato de painel, aconteceu no auditório do Tribunal Pleno, no 10º andar do edifício Arnoldo Péres, Aleixo (Zona Centro-Sul).

O desembargador-presidente fez um panorama da realidade nos aspectos sociais e econômicos pelos quais passa o TJAM. Um breve histórico foi apresentado, além da composição do Tribunal, a estrutura organizacional, os dados do “Justiça em Números” e outros itens. Foram apresentadas também as dificuldades enfrentadas pelo Poder Judiciário e as medidas adotadas para melhorias do jurisdicionado, como a criação das Coordenadorias, a virtualização de todo o Poder Judiciário amazonense, a identificação dos entraves existentes e a aplicação de recursos que visam a eficiência das atividades desenvolvidas (ex: implantação do AR-Digital).

O magistrado falou ainda sobre alguns programas criados para a melhoria da jurisdição no Amazonas como o alvará online, TCO e inquérito online, projetos “Reeducar” e “Começar de Novo”, a criação de bibliotecas nos presídios (arrecadação de livros), a criação do Centro de Conciliação, atividades da Justiça Itinerante, Campanha de desarmamento, aplicação de Penas e Medidas Alternativas, nova Lei Penal, com aplicação de fianças mais pesadas.

De acordo com o coronel do Exército Miguel Ângelo Rabello, a visita tem o foco principal na atualização de conhecimentos considerados estratégicos nos aspectos político, sócio-econômico e científico-tecnológico. “Esses parâmetros são importantes para que os oficiais possam transmitir informações mais precisas aos oficiais generais do Exército.”

Logo após a palestra, feita pelo presidente do TJAM, foram realizados debates com perguntas e respostas.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *