Nova tecnologia para emissão de título de eleitor foi criada por técnico amazonense

A estratégia de atendimento itinerante em comunidades rurais de dificil acesso, que está sendo implantada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), utiliza uma rede de dados via satélite. O pioneirismo deste trabalho é fazer o uso da arquitetura de transmissão de dados via satélite, conhecido como BGAN.

A inovação, que reduzirá o tempo da emissão de um Título de Eleitor de 40 dias para dez minutos, foi desenvolvida pelo amazonense Jander Assis Valente, Secretário de Tecnologia da Informação (T.I.), do TRE-AM, que adaptou a tecnologia já existente à necessidade regional, isto é, o atendimento ao eleitor, com foco em comunidades rurais de difícil acesso. Antes, a transmissão de dados via satélite era utilizada apenas na transmissão de dados das eleições. A nova tecnologia foi desenvolvida com total apoio da presidente do TRE-AM, desembargadora Graça Figueiredo.

A rede de comunicação de dados implantada da Justiça Eleitoral atende as sedes de Cartórios Eleitorais do país. O TRE-AM atualmente ainda realiza atividades de alistamento eleitoral nas seções eleitorais de difícil acesso, de forma manual, o que impede a entrega imediata do Título de Eleitor. Mas esse tempo chega ao fim com a implantação do sistema BGAN.

NOVA TECNOLOGIA

De acordo com Jander Valente, para a adoção dos telefones de alcance mundial o TRE-AM firmou parceria por meio do contrato com a empresa Onix.

— O objeto do contrato foi estabelecer uma rede de dados corporativa que interligue qualquer ponto do Estado do Amazonas a sede do TRE-AM por uso de rede de dados móvel e portátil, garantindo assim a emissão imediata do Título de Eleitor em qualquer localidade de difícil acesso do Estado do Amazonas – explica o secretário de TI.

Atualmente, esse contrato do TRE-AM com a ONIX conta com duas unidades de BGAN para serem utilizadas a partir de um calendário de atividades pré-estabelecido. Além dos equipamentos BGAN, foi estabelecida uma Rede Virtual Privada que interliga a rede da ONIX SAT ao TRE-AM. O projeto de uso de VPN vem sendo desenvolvido pelo TRE-AM em parceria com o TRE-TO, TRE-RO e TRE-PA a partir da eleição de 2010.

GANHA A DEMORACIA

A Central de Atendimento ao Eleitor implantada no ano de 2000 tem permitido o atendimento com qualidade aos eleitores da Capital através da impressão rápida dos Títulos de Eleitor para os residentes em Manaus.

A partir da implantação da rede de dados via satélite em 2000, teve início no interior do Estado a consulta online dos dados cadastrais dos eleitores. A partir de 2002 com a utilização do Sistema de Atendimento ao Eleitor (ELO), também no interior do Estado, tornou-se possível ao próprio cartório eleitoral realizar o registro operações do cadastro eleitoral diretamente das sedes das Zonas Eleitorais. A metodologia empregada consiste no atendimento feito no Sistema ELO e posterior impressão no TRE-AM.

Os atendimentos nas comunidades rurais ainda são feitos manualmente, isto é, as equipes de preparação itinerantes realizam o atendimento através do preenchimento do RAE (Requerimento de Alistamento Eleitoral) que posteriormente é remetido aos cartórios eleitorais de origem para verificação no Sistema ELO, formação de lotes que são impressos na Sede do TRE-AM. Os títulos eleitorais impressos são remetidos ao Cartório Eleitoral de origem para a entrega aos eleitores.

Após o recebimento dos Títulos é necessário outro deslocamento para as comunidades rurais de difícil acesso para a entrega dos documentos.

Com a implantação da nova tecnologia, através do sistema BGAN, esse burocracia acaba e o título será emitido no prazo mínimo de 10 minutos.

De acordo com a presidente do TRE/AM, desembargadora Graça Figueiredo, o objetivo da nova estratégia é realizar o alistamento eleitoral através do sistema ELO a fim de possibilitar a entrega imediata do título de eleitor, com o uso de kits de atendimento compostos por laptops; telefones satelitais; impressoras laser e matricial.

— Quem ganha com isso é a democracia. O uso de rede de dados móvel e portátil vai promover o tratamento igualitário entre os eleitores das sedes dos municípios e das comunidades rurais, além reduzir gastos com pagamento de diárias dos preparadores eleitores através de um único deslocamento às comunidades rurais – comenta a desembargadora.

Não é só. A nova tecnologia também deverá restringir a possibilidade de erros e inconsistências no cadastro de eleitores através da consulta online dos dados cadastrais, tornando mais transparente o processo de atendimento ao eleitor através da entrega imediata dos títulos aos requerentes. “Isto aumenta o grau de segurança evitando-se que os títulos de eleitor permaneçam arquivados nas sedes dos cartórios eleitorais”, garante Graça Figueiredo.

BGAN

As Broadband Global Area Networks (BGANs) oferecem acesso à internet satélite global com telefonia usando terminais portáteis. Os terminais são usados normalmente para conectar um computador portátil à internet de banda larga em lugares remotos. Desde que haja contato com o satélite, o terminal possa ser usado em qualquer lugar.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *