Pleno do TST escolhe representantes da Justiça do Trabalho para o CNJ

Os representantes da Justiça do Trabalho para o Conselho Nacional de Justiça foram escolhidos ontem. Os ministros que participaram da sessão do Tribunal Pleno do Tribunal Superior do Trabalho elegeram o ministro Carlos Alberto Reis de Paula, como representante do TST, o desembargador Ney José de Freitas, como representante dos Tribunais Regionais do Trabalho, e o juiz do Trabalho José Lucio Munhoz, titular da 2ª Vara de Criciúma, como representante do primeiro grau trabalhista.

Agora, os eleitos compõem o colegiado de 15 membros do CNJ, onde deverão permanecer por dois anos, assim como determina o artigo 103-B da Constituição Federal.

Os atuais representantes da Justiça do Trabalho no CNJ são o ministro Ives Gandra Martins Filho, do TST, o desembargador Nelson Tomaz Braga, do TRT-1, e a juíza Morgana de Almeida Richa, titular da 15ª Vara do Trabalho de Curitiba (PR). Com informações da Assessoria de Comunicação do TST .

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *