Judidiário amazonense quer deixar Manaus mais verde

A Vara Especializada do Meio Ambiente e Questões Agrárias (VEMAQA) deu mais um importante passo para tornar a cidade de Manaus mais verde. Amanhã, a partir das 08h, vai distribuir aproximadamente 700 mudas nativas aos servidores do Tribunal de Justiça do Amazonas e Fórum Henoch Reis.

De acordo com o titular da VEMAQA, juiz Adalberto Carim, a ação segue a orientação do Conselho Nacional de Justiça, contida na Meta 6, estabelecendo que os tribunais reduzam, a pelo menos 2%, o consumo per capita de energia elétrica, telefone, papel, água e combustível.

O objetivo do Conselho, ao fixar essa meta, é estimular os tribunais a criarem procedimentos que reduzam o consumo desses insumos e serviços por causa de dois aspectos: o ambiental e o financeiro. “Ao distribuir as mudas estamos investindo na questão ambiental”, comenta Carim.

— Essas mudas são frutos de Medidas Alternativas que foram aplicadas a infratores ambientais para que eles fornecessem essas mudas – explicou o juiz, observando que a doação das plantas faz parte do programa “Economize hoje, tenha amanhã”, que vem sendo desenvolvido pelo TJAM através da VEMAQA.

As mudas doadas são de árvores frutíferas, como caju, ingá, abacate, cupuaçu, manga, açaí e bacaba. De acordo com Adalberto Carim, a intenção é prosseguir com a distribuição de muda em outros pontos da cidade e fazer desse projeto uma campanha perene para arborizar Manaus.

— De um ponto a outro da cidade você tem uma diferença de 3 graus de temperatura. Precisamos de arborização, porque Manaus é um paradoxo, é um contraste. Sendo uma das cidades menos arborizadas do Brasil embora esteja encravada no coração da floresta – observa o juiz titular da Vara de Meio Ambiente.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *