Corregedor incentiva parceria entre Judiciário e delegados do interior do Amazonas

O resultado da conexão entre delegacias e Comarcas já virtualizadas, provam que a parceria traz benefícios, como a celeridade dos processos na Justiça.


A integração virtual entre a Justiça do Amazonas e as delegacias de polícia está sendo incentivada pela Corregedoria Geral de Justiça do Estado com o objetivo de proporcionar maior celeridade ao andamento e julgamento de processos. Uma experiência desta integração já vem operando no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), através de uma parceria entre a Vara Especializada do Meio Ambiente e de Questões Agrárias (Vemaqa) e a Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanístico (Dema), e também uma ação na Comarca de Guajará (a 1.476 quilômetros de Manaus).

A ação faz parte de um plano-piloto que integra as metas da atual administração do desembargador Ari Jorge Moutinho da Costa.
Segundo o corregedor geral de Justiça do Amazonas e coordenador de Tecnologia da Informação e Comunicação do TJAM, desembargador Yedo Simões, a experiência da Vemqa e em Guajará tem obtidos respostas muito positivas e trata-se de um incentivo aos magistrados de Comarcas virtualizadas a buscarem parceria com as delegacias locais.
“Guajará, totalmente virtualizada, recebe os inquéritos produzidos pela delegacia de polícia por meio virtual. É um avanço para uma Comarca tão distante, no interior do Amazonas. Se os colegas tiverem o mesmo interesse, isso pode acontecer em todo o Estado. É um ganho muito grande para a sociedade”, afirmou Simões.
Para o corregedor, é importante que os magistrados das Comarcas se envolvam nesse trabalho de interligação com as delegacias. “Isso vai facilitar o trabalho de todos nós, tanto do delegado quanto do próprio Judiciário, porque o inquérito chega virtualizado ao Poder Judiciário, havendo, assim, maior celeridade na tramitação e na solução de crimes e delito”, acrescenta o desembargador.
Apoio para conexão
Segundo o diretor da Divisão de Tecnologia da Informação e Comunicação do TJAM, Messias Andrade, os magistrados das Comarcas já virtualizadas têm atuação fundamental na realização de parcerias para interligação virtual com as delegacias no interior do Estado. “Vamos buscar as delegacias das Comarcas em virtualização, juntamente com os magistrados, que são uma força essencial para dar apoio a essa conexão”, explica.
Segundo ele, a equipe dá o apoio ao magistrado, apresentando os ganhos que a Comarca terá na interligação com o Fórum de Justiça. “Reduz a utilização de papel, agiliza o trâmite da documentação e dá celeridade ao serviço realizado pela delegacia, que já prepara o inquérito para fazer parte de um processo. Nesta parceria, basta apenas que a delegacia disponha de um computador e um token (dispositivo para assinatura eletrônica), para que a Divisão de Informática proceda o devido cadastramento junto ao sistema Projudi”, explicou o desembargador.
Sandra Bezerra Lima | CGJ/AM
Edição: Acyane do Valle 
Fonte: DIVISÃO DE IMPRENSA E DIVULGAÇÃO DO TJAM

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *