Curso que ensina a “pegar mulher à força” é contra a lei, diz promotora

Julien-Blanc-da-Real-Social-Dynamics-tem-palestras-marcadas-para-o-Beasil-em-2015Um americano que ensina a “pegar mulher” está causando polêmica no Brasil. Julien Blanc dá palestras nas quais ensina os homens a beijar mulheres à força e assediá-las de maneira agressiva. Apresentações desse “instrutor” estão programadas para janeiro do ano que vem no Rio de Janeiro e em Florianópolis. A promotora de Justiça e coordenadora do Núcleo de Combate à Violência Doméstica da Grande São Paulo, Maria Gabriela Prado Manssur, é uma das pessoas empenhadas em barrar a entrada dele no País.

De acordo com Maria Gabriela, Blanc vai propagar uma cultura de que as mulheres “têm que ser convencidas, às vezes, à força ou de alguma forma sedutora a manter relação sexual ou íntima de afeto com quem elas não querem”.

— Isso aqui no Brasil é considerado crime. Primeiro porque é incitação ao crime e, segundo, se faz efetivamente esses atos, é considerado abuso de vulnerável, violência física, violência psicológica, violência sexual, e a gente não pode admitir, porque o País é o sétimo no mundo com maior índice de violência contra a mulher.

Em 2013, uma pessoa foi vítima de estupro no País a cada dez minutos, segundo dados divulgados na terça-feira (11) no 8º Anuário de Segurança Pública. Ao todo, foram 50.320 casos registrados oficialmente, o que significa uma marca de 2,9 estupros por 100 mil habitantes, segundo a publicação do FBSP (Fórum Brasileiro de Segurança Pública).

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *