Primeira Vara da Família concilia Casal
em processo de separação litigiosa

1A 1ª Vara da Família alcançou, no primeiro dia da semana, 90% de aproveitamento nas audiências realizada

Durante o primeiro dia da Semana Nacional da Conciliação (SNC) no Amazonas, a 1ª Vara da Família do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) colaborou para o restabelecimento da união de um casal separado há quatro anos. Com a conciliação, eles desistiram de um divórcio litigioso com partilhas de bens e alimentos. A informação é do servidor Fábio Castilho, que atuou como conciliador durante a audiência realizada na tarde desta terça-feira (25).

No início da audiência, o conciliador sugeriu a tentativa de acordo analisando o feito por pontos específicos. “Sugeri em primeiro lugar o ajuste de vontades sobre o pedido de decretação de divórcio, indagando as partes sobre a concordância ou resistência quanto ao pedido. Percebi indícios de afeto e mágoa entre o casal, porém acreditei na remota possibilidade de restabelecimento do casamento”, disse Fábio.
O conciliador apresentou um discurso sobre as realidades e as dificuldades da vida conjugal, “enaltecendo o uso do perdão e humildade na solução dos conflitos, sugerindo ao final a suspensão da audiência para os litigantes conversarem a sós, com a finalidade de superarem os problemas vivenciados”.

Fábio comentou que decorridos aproximadamente trinta minutos foi retomada a audiência com a homologação de acordo para restabelecimento da vida conjugal e extinção do feito sem resolução mérito, além de conciliarem pela extinção de um processo de execução que não era objeto da aludida audiência.
“Ficamos muito felizes com a conciliação. As partes e os advogados também saíram satisfeitos, inclusive usando a caminha que disponibilizamos, com o slogan “Eu conciliei”. Vimos um casal chegar e se tratar de forma ríspida e sair abraçado”, ressaltou Castilho.

Texto: Giselle Campello | CORREGEDORIA

 

DIVISÃO DE IMPRENSA E DIVULGAÇÃO DO TJAM

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *