ECONOMIZANDO PALAVRAS
Sucinta, juíza profere decisão: “Então tá, então.”

Decisão se deu em ação de execução.

“Então tá, então. Cumpra-se o despacho.”

Econômica nas palavras, esta foi a forma com a qual a juíza de Direito Valéria Motta Igrejas Lopes, da 18ª vara Cível de Brasília/DF, proferiu decisão em processo de ação de execução.

À data da deliberação, o andamento processual noticia: “Decisão proferida acolhida a exceção de incompetência“.

Confira abaixo:

 

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *