Tribunal Superior do Trabalho avança no cumprimento de metas estratégicas


Os resultados dos projetos estratégicos apresentados na sexta-feira (23) pelo Tribunal Superior do Trabalho revelam significativo avanço na prestação jurisdicional. Os dados demonstram redução no tempo de julgamento dos processos e no número de processos aguardando soluções definitivas. A satisfação da sociedade com os serviços prestados pela Corte aumentou, um reflexo da melhora na performance jurisdicional. Os dados foram divulgados durante a Terceira Reunião de Análise da Estratégia (RAE) ocorrida hoje (21/11) no TST.
A Meta 16, que mede o Índice de Congestionamento avalia a demanda reprimida por soluções definitivas nos processos em trâmite no TST. O objetivo para 2012 era reduzir o índice de 57,44% de congestionamento para 54,57%. Mas segundo dados apresentados na RAE, de janeiro até outubro/2012 o índice chegou a 53,70%, com previsão de 50% para dezembro próximo.
A maioria dos clientes do TST também está satisfeita, fato que pode ser constatado pelo Índice de Satisfação dos Clientes, avaliado a partir de pesquisa realizada com advogados e partes em processos que tramitam no TST. O índice superou a meta preliminar, pois o objetivo era atingir 61,4%, mas, incluindo novembro/2012, chegou-se a 64,06% de clientes satisfeitos com os serviços prestados pela Corte.
Diminuição na tramitação
O tempo médio de tramitação de processos no Tribunal também diminuiu, pois o objetivo da Meta Institucional 1, que mede o ITMT (Índice do tempo médio de tramitação) era reduzir de aproximadamente 1 ano e sete meses para 1 ano e meio, mas o resultado alcançado foi de 1 ano e três meses.
Sustentabilidade solidária
Conforme dados relacionados à Meta 29, do período de janeiro a outubro/2012, foram beneficiadas 5.934 pessoas em virtude de programas como Escola Solidária, Cooperativa de Catadores, Terapia Comunitária, TST Solidário, entre outros. Também foram beneficiadas algumas instituições como a Casa de Recuperação Nova Esperança, que recebeu 336,63 kg de alimentos doados e a Casa do Candango (Lar São José), com 341,7 kg, entre outras instituições. Também foram doados microcomputadores, impressoras e móveis de escritório, cujos beneficiados são a Prefeitura Municipal de Pirenópolis, Prefeitura de Monte Carmo (TO), Secretaria de Educação do Distrito Federal e Fundação Universidade de Brasília.
(Lourdes Cortes /RA)

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *