Juízes são exonerados por assistir pornografia no computador de trabalho

luta contra pornografiaNa Inglaterra, quatro juízes perderam o emprego por terem usado o computador de trabalho para assistir pornografia. O órgão responsável por fiscalizar a atividade dos magistrados (Judicial Conduct Investigations Office) considerou que a conduta, embora não seja um crime, é inapropriada dentro do ambiente jurídico.

As exonerações foram anunciadas nesta terça-feira (17/3). Um dos julgadores não chegou a ser exonerado porque se aposentou pouco antes de o inquérito disciplinar ter sido concluído.

De acordo com a entidade, não houve acesso a nenhum material ilegal, como pedofilia. Os juízes não tinham nenhuma ligação entre si e não compartilharam entre eles o conteúdo pornográfico. A decisão da Judicial Conduct Investigations Office só pode ser questionada com uma ação judicial.

Fonte: Conjur

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *