Americano briga na Justiça pelo direito de sexo com animais

102_1444-alt-blog-carlos-romeroEm agosto, Carlos Romero (foto) foi preso na Flórida (EUA) sob acusação de bestialidade, após ser flagrando tendo relação sexual com uma mula.

O juiz do caso ofereceu pena de um ano de liberdade condicional se Carlos se dissesse culpado. Ele se recusou. Mais: o seu advogado está brigando pelo direito do cliente de fazer sexo com animais. 

Segundo o defensor de Carlos, a lei antibestialidade da Flórida viola a 14ª Emenda da Constituição dos EUA, já que interfere na liberdade e na privacidade do cidadão em seus momentos íntimos.

O caso vai a julgamento. Se condenado, Carlos poderá pegar pena de até um ano de prisão.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *