Engenheiro de 64 anos processa Google por discriminação de idade

O engenheiro de software Robert Heath, de 64 anos, entrou com uma ação judicial contra o Google por acreditar ter sido vítima de discriminação de idade durante um processo seletivo. Heath alega que não foi contratado para uma vaga na gigante por causa de sua idade.885x592-google-campus-20150427172644

O caso aconteceu em 2011, quando o engenheiro passou por uma rápida entrevista por telefone e, depois, foi avaliado por uma sequência de emails. No final, ele não foi selecionado.

Para Heath, que na época tinha 60 anos, a decisão do recrutamento foi rasa, pois teve como base uma curta ligação e não em sua experiência profissional no ramo de tecnologia — que inclui passagens pela IBM, Compaq e General Dynamics. Por isso, o engenheiro acredita que a verdadeira razão para não ter conseguido o emprego tenha sido sua idade. E agora, quatro anos depois, ele decidiu processar a empresa de serviços online.

Na ação, os advogados citam uma pesquisa realizada pela Payscale.com, serviço de informações trabalhistas, que conclui que a média de contratação do Google é de 29 anos. Além disso, o engenheiro tem buscado mais casos de discriminação de idade para consolidar seu caso no tribunal e, talvez, conseguir um julgamento coletivo contra a gigante californiana. Vale lembrar que o Google já foi processado por discriminação de idade anteriormente.

No entanto, em comunicado oficial, a empresa diz que rebaterá os argumentos apresentados pelo engenheiro, porque eles não sustentam um processo judicial.

Fonte: Liberty Voice, Silicon Beat

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *