Presidente do TJAM visita construção do Fórum Cível
e ordena adequações no estacionamento

1

Desembargadora Graça Figueiredo esteve no local ao lado do corregedor do TJAM, Desembargador Flávio Pascarelli. Adaptações vão ampliar em 50% as vagas no estacionamento no Fórum Henoch Reis, já a partir de segunda-feira (1º) 

 

A presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, Desembargadora Graça Figueiredo, visitou a construção do Fórum Cível e do Edifício Garagem no entorno do Fórum Henoch Reis, na manhã desta sexta (29), e determinou as adaptações que vão ampliar em 50% as vagas no estacionamento, já a partir de segunda-feira (1º). Corregedor do TJAM, o Desembargador Flávio Pascarelli esteve ao lado da presidente na visita ao Fórum.

“Esta será uma obra importante que contribuirá muito à Justiça. Desde quando assumi a presidência, a prioridade de minha administração é o Primeiro Grau. Assim teremos uma justiça reaparelhada para poder prestar ao cidadão um serviço de qualidade”, analisou a desembargadora-presidente.

Diretor de Projetos do TJAM e arquiteto da obra, Rommel Akel explica que a preocupação agora é aumentar o número de vagas no estacionamento no Fórum Henoch Reis, afetado pelo início da construção.

“Vamos readequar a obra de uma forma que tanto agora quanto quando tiver pronta, tenha mais vagas no estacionamento. Com a realocação, vamos ampliar em 20% a quantidade de vagas quando estiver pronto, e vamos aumentar em 50% a quantidade de vagas agora no canteiro de obras. Vamos alterar o local do tapume para que caiba mais carros a partir de segunda-feira”, afirmou Akel, ressaltando que a alteração não prejudica a obra. “É uma forma de dar um conforto maior aos serventuários”.

A pedra fundamental para o início da obra será lançado ainda na primeira quinzena de junho. O prazo de conclusão da construção do Fórum Cível é de 22 meses e do edifício-garagem, um ano.

Projetado para abrigar 56 varas, o novo prédio terá espaço para a Defensoria Pública, Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil, Contadoria, Livraria, Caixas Eletrônicos, Auditório com capacidade para 200 pessoas, Refeitório para servidores e magistrados, Setor de Certidão, Ambulatório Médico, Espaço Infantil, Recepção, Correios, Central de Mandados e sala para os oficiais de Justiça.

Ao todo, a obra terá 12 mil metros quadrados de área construída, oito andares e um edifício-garagem com 250 vagas de estacionamento na área interna e 120 vagas de estacionamento na área externa.

 

Texto: Rafael Valentim| TJAM

Fotos: Marcelo Mello e Raimundo Valentim| TJAM

Fonte: DIVISÃO DE IMPRENSA E DIVULGAÇÃO DO TJAM

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *