TJAM investe na tecnologia dos fóruns da capital e sede do Poder Judiciário

1

Documento revela atuais e futuras ações colocadas em prática pela TCI

A presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargadora Graça Figueiredo, recebeu na manhã desta quarta-feira, dia 29, um cronograma com todas as atividades a serem executadas pela Divisão de Tecnologia da Informação e Comunicação. O documento, solicitado por ela e assinado pelo diretor da TIC, Jonathas Franco de Menezes da Silva, revela produtos e serviços que já foram ou serão adquiridos pelo Poder Judiciário.

“Acredito que, com este tipo de investimento, o TJAM terá melhores condições de oferecer um serviço de qualidade ainda maior ao nosso jurisdicionado. Sabemos da necessidade e pressa das pessoas que procuram a Justiça têm em resolver seus problemas. E a nossa função é justamente prestar esse serviço o mais rápido possível. Fizemos esse investimento pensando em um futuro que está cada vez mais próximo”, declarou a desembargadora-presidente.

Entre as novidades expostas pela Divisão de TIC está a tramitação o processo para aquisição de 15 kits de manutenção para impressora Phaser 4510, que fazem parte do parque tecnológico do TJAM. Além disso, foi realizado por meio de processo licitatório, o contrato para renovação da assinatura de licenças do sistema gerenciador de banco de dados IBM DB2, atualmente em uso no ambiente do datacenter do tribunal.

Em fase de habilitação de licitante tramita o processo para aquisição de baterias para manutenção corretiva de nobreaks que atendem aos storages DS8800, responsáveis pelo armazenamento de dados como também aos nobreaks existentes no parque tecnológico do TJAM. Foi contratada, também por meio de licitação, empresa especializada na manutenção preventiva e corretiva de link de fibra óptica existentes entre o edifício Arnoldo Péres e as outras unidades.

Encontra-se, ainda em fase de instalação, dois nobreaks de 80 KVAs para suprir equipamentos do datacenter, assim como foi adquirido quatro switches de 48 portas, com a finalidade de permitir a comunicação com redundância de meios, entre os dispositivos de tecnologia existentes no Poder Judiciário, e também foram adquiridos 400 certificados digitais que deverão ser utilizados por magistrados e servidores do TJAM.

Um avanço bastante significativo e que está em fase de elaboração de minuta de edital de licitação é a futura contratação de empresa especializada para prestação de telefonia 0800, para atender aos órgãos do Poder Judiciário. “Com isso, teremos maior facilidade em atender a sociedade em geral que busca soluções para seus processos ou, até mesmo, para quem precisar sanar alguma dúvida que seja recorrente”, finaliza.

 

Foto: Raphael Alves | TJAM

Fonte: DIVISÃO DE IMPRENSA E DIVULGAÇÃO DO TJAM

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *