Quase 500 abordagens na primeira operação do TJAM contra criminalidade

Na primeira operação do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) contra a criminalidade, ocorrida neste último fim de semana, foram realizadas 452 abordagens envolvendo ônibus, motocicletas, táxis e carros particulares. Os policiais lotados no TJAM não encontraram armas e nem drogas. A operação deu ênfase às revistas no interior dos veículos, dos passageiros e  condutores a fim de coibir o porte ilegal de armas de fogo, o tráfico de drogas e possíveis sequestros relâmpagos.
Segundo o major PM José Fernandes, chefe do gabinete militar do TJAM, essa primeira operação foi considerada positiva. “A atividade agregou um número maior de policias na cidade. No caso dos motoristas de ônibus e de táxis, há uma cobrança desse tipo de operação porque inibe a violência e é esse o objetivo que estamos perseguindo: proporcionar maior segurança ao cidadão”, declarou.
Na semana passada, o presidente do TJAM, desembargador Ari Jorge Moutinho da Costa, anunciou a decisão de incluir os policiais do Tribunal no apoio às operações dos órgãos de Segurança Pública visando o combate à violência em Manaus. Parte do efetivo está sendo direcionado para essas atividades, que ocorrerão todo fim de semana, sem qualquer prejuízo para a segurança dos prédios do Tribunal. “Os PM´s tiveram as folgas reduzidas, tudo dentro da legalidade e sem descobrir a segurança dos locais que fazem parte da estrutura do Tribunal. A intenção é ajudar o Governo do Estado no combate à criminalidade. Outras operações já estão agendadas, sempre em locais e horários diferenciados”, acrescentou. As abordagens deste último fim de semana foram realizadas na avenida André Araújo, Aleixo, Zona Centro-Sul.
De acordo com o tenente-coronel Rubens de Sá Soares, que supervisionou a  primeira ação, 44 homens foram distribuídos para atuarem na sexta e sábado. As operações tiveram duração de aproximadamente quatro horas e o maior número das abordagens  aconteceu no sábado com 327 revistas, sendo 109 carros particulares, 148 motos, 65 táxis, cinco ônibus. Na sexta, 125 veículos foram parados e revistados pelos policiais do TJAM – 58 carros particulares, 27 táxis, 35 motos e cinco ônibus.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *